Quinta de Carapeços

Reserva
Grande Escolha
Alvarinho
Alvarinho Trajadura
Vinhão
Espadeiro
Sousão

Eira dos Mouros

Branco
Rosé

Espumantes

Blanc de Blancs Brut
Rosé Brut

Colheita tardia

Late Harvest

Quinta de Carapeços

Reserva
Grande Escolha
Alvarinho
Alvarinho Trajadura
Vinhão
Espadeiro
Sousão

Eira dos Mouros

Weiß
Rosé

Schaumwein

Blanc de Blancs Brut
Rosé Brut

Späte Ernte

Late Harvest

Quinta de Carapeços

キンタ・デ・カラペソス・レゼルヴァ(QUINTA DE CARAPEÇOS RESERVA)白
キンタ・デ・カラペソス・エスコーリャ(QUINTA DE CARAPEÇOS ESCOLHA)白
キンタ・デ・カラペソス・アルヴァリーニョ(QUINTA DE CARAPEÇOS ALVARINHO)白
キンタ・デ・カラペソス・アルヴァリーニョ・トラハドゥーラ(QUINTA DE CARAPEÇOS ALVARINHO TRAJADURA)白
キンタ・デ・カラペソス・ヴィニャオン(QUINTA DE CARAPEÇOS VINHÃO)赤
キンタ・デ・カラペソス・エスパデイロ (QUINTA DE CARAPEÇOS ESPADEIRO)ロゼ
キンタ・デ・カラペソス ソウザ (QUINTA DE CARAPEÇOS SOUSÃO) 赤

Eira dos Mouros

エイラ・ドス・モウロス(EIRA DOS MOUROS)白
エイラ・ドス・モウロス (EIRA DOS MOUROS) ロゼ

Sparkling wines

キンタ・デ・カラペソス・スパークリング(QUINTA DE CARAPEÇOS SPARKLING)白 ブリュット
キンタ・デ・カラペソス・スパークリング (QUINTA DE CARAPEÇOS SPARKLING)白 セック(中辛口)

Late Harvest

キンタ・デ・カラペソス・レイト・ハーベスト(QUINTA DE CARAPEÇOS LATE HARVEST)

Quinta de Carapeços

Reserva
Grande Escolha
Alvarinho
Alvarinho Trajadura
Vinhão
Espadeiro
Sousão

Eira dos Mouros

White
Rosé

Sparkling wines

Blanc de Blancs Brut
Rosé Brut

Late Harvest

Late Harvest
 

Carapeços

Quinta de Carapeços

Inserida na Região dos Vinhos Verdes, mais precisamente no concelho de Amarante –
terra de Pascoaes e de Souza Cardoso, a Quinta de Carapeços é conhecida pela sua
beleza natural , bem como pela qualidade e singularidade dos seus Vinhos Brancos,
Tintos, Rosés, Espumantes e Colheita Tardia que ao longo dos anos ganharam inúmeros
Prémios e obtiveram reconhecimento por parte de Críticos e Apreciadores de Vinho.

Nesta Quinta conjuga-se tradição e modernidade,  sempre com respeito pelo que a
natureza oferece e, também, por uma grande máxima: não há duas colheitas iguais.

História

A primeira referência feita à Quinta de Carapeços data de 1338, ano em que uma
filha de Martim Carvalho, Cavaleiro de Basto, casou com, João de Carapeços, assim
chamado por ser o Senhor da Quinta com o mesmo nome.

Em 1351, a propriedade foi vendida e, já no início do séc. XVII, passou a pertencer
ao Mosteiro de São Salvador de Travanca, o qual fora fundado em meados do séc. XII
pelos monges Beneditinos.

Com a extinção das Ordens Religiosas em 1834, a quinta foi vendida, tendo sido o anterior proprietário um descendente do mencionado Martim Carvalho.

Advogado de profissão, Miguel Pereira de Abreu, sempre teve uma enorme paixão
pelo mundo vitivinícola, fruto da ancestral ligação da sua família a propriedades
agrícolas situadas nos concelhos de Amarante, Felgueiras e Penafiel.

Respondendo às enormes transformações operadas no mundo rural desde as décadas
de 60/70 do século passado, procedeu a uma profunda reformulação da exploração
das suas terras, focando-se, inicialmente, na produção de uvas de primeira
qualidade.

Para tal, reconverteu a totalidade da área agrícola, através da criação de
plataformas para o plantio de vinha em bardo (assim substituindo as tradicionais
ramadas) e a introdução de castas melhor adaptadas às condições do «terroir».

Foi pioneiro na introdução da casta Alvarinho fora da sub-região de Melgaço-Monção.

Já no início deste século e após a instalação de uma adega equipada com as mais
actuais tecnologias disponíveis, é lançada no mercado a marca «QUINTA de
CARAPEÇOS», seguindo-se, mais recentemente, a marca «EIRA dos MOUROS», esta
associada a uma linha de entrada de gama.

A Quinta produz vinhos Brancos, Rosés, Tintos, Espumantes e Colheita Tardia de
altíssima qualidade que ao longo dos anos mereceram a atribuição de inúmeros
Prémios a nível nacional e internacional.

Cart
  • No products in the cart.